Vídeo expõem alta funcionária da Google sobre objectivos da empresa em influenciar eleições contra Trump em 2020

Saiu mais um vídeo do Projecto Veritas em que expõe os podres por dentro da empresa Google e dos seus planos para influenciar as eleições Norte-Americanas de 2020. Os algoritmos da empresa foram alterados para que o resultado de 2020 seja de acordo com as pretensões da empresa.
Vídeo expõem alta funcionária da Google sobre objectivos da empresa em influenciar eleições contra Trump em 2020
Jen Gennal, responsável pela inovação na Google foi apanhada em vídeo a dizer que a Google está neste momento a criar infraestruturas - em especial através da AI (Inteligência Artificial) - para que haja manipulação de informação contra o candidato Donald Trump nas eleições de 2020. Para Jen (e para a Google) é claro que o resultado de 2016 não se pode repetir por ir contra a filosofia de esquerda-liberal da empresa.

No vídeo Jen diz ainda (com algum snobismo) que a Google tem sido chamada inúmeras vezes ao Congresso para explicar a censura aos conservadores (nomeadamente na plataforma Youtube) mas que eles nem sequer se dignam a aparecer na audição porque não vai haver nenhuma alteração nas políticas de censura da Google, mesmo com toda a pressão que o Congresso possa exercer.

Gaurav Gite, engenheiro na Google, foi também apanhado em vídeo a fornecer detalhes de como serão aplicadas novas normas ao AI para que a informação vá de encontro ao desejado.

Trata-se claramente de tentativa de interferência nas eleições de 2020 e esperemos que com provas tão transparentes, haja uma mudança de paradigma e repercussões criminais.