Resta-nos assistir.. Outubro 05, 2020

Após mais de 500 posts e quase 2 anos de actividade, AcordaPortugal.pt chega ao fim.

A degradação da sociedade como um todo, bem como a degradação dos valores e cultura intrínsecos a cada país vai continuar e será cada vez mais perceptível; a corrupção política continuará impune; a propaganda de conteúdo sem objectivo de informar mas de formatar adultos, jovens e crianças acentuar-se-à com a conivência de partidos e comunicação social.

The point of modern propaganda isn't only to misinform or push an agenda. It is to exhaust your critical thinking, to annihilate truth.

Agradecer a quem por aqui passou. Resta-nos assistir à degradação, mas não fim, da sociedade, o que é ainda mais penoso.

O site manter-se-à activo até finais de Dezembro

Seis imigrantes nigerianos condenados por violarem uma mulher num centro de asílo

O crime ocorreu em Itália, 2017 mas só agora os envolvidos receberam as suas sentenças após violarem uma mulher de 25 anos repetidamente e em grupo. As penas aplicadas foram entre 5 e 9 anos!
Seis imigrantes nigerianos condenados por violarem uma mulher num centro de asílo
Olatunde Opaleye, 38 anos, Uche Oliver, 22 anos, Henry Sule, 26 anos, Semiu Oguntade, 22 anos, Emmanuel Ohenhen, 23 anos, e Otaniyen domingo, 35 anos são os nomes dos seis imigrantes nigerianos envolvidos no crime. A vítima de 25 anos foi violada e traficada enquando estava na Líbia pelos mesmos indivíduos e quando chegou a um centro de asilo na Itália o mesmo crime foi praticado pelso mesmos homens que a ameaçaram matá-la se fizesse queixa.

A vítima disse ainda que os homens criaram nas instalações de asilo um clima de terror e medo de forma a silenciar os crimes cometidos.

Todos os homens foram presos e condenados a pagar uma indemnização à vítima. Para variar a pena aplicada é bastante leve e fica a pergunta: como é que eles vão pagar o que quer que seja?