Resta-nos assistir.. Outubro 05, 2020

Após mais de 500 posts e quase 2 anos de actividade, AcordaPortugal.pt chega ao fim.

A degradação da sociedade como um todo, bem como a degradação dos valores e cultura intrínsecos a cada país vai continuar e será cada vez mais perceptível; a corrupção política continuará impune; a propaganda de conteúdo sem objectivo de informar mas de formatar adultos, jovens e crianças acentuar-se-à com a conivência de partidos e comunicação social.

The point of modern propaganda isn't only to misinform or push an agenda. It is to exhaust your critical thinking, to annihilate truth.

Agradecer a quem por aqui passou. Resta-nos assistir à degradação, mas não fim, da sociedade, o que é ainda mais penoso.

O site manter-se-à activo até finais de Dezembro

Reino Unido: muçulmano contratado como polícia para promover a "diversidade" acusado de violação infantil

Em West Yorkshite, um polícia muçulmano foi contratado para promover a "diversidade" mas as autoridades acabaram por o prender e acusar de crimes sexuais contra crianças entre os 13 e os 16 anos.
Reino Unido: muçulmano contratado como polícia para promover a "diversidade" acusado de violação infantil
Amjad Hussain foi nomeado em 2016 como "director da diversidade" para aumentar o número de pessoas de etnia negra e minoritária que se candidatam às forças políciais após a antiga ministra Theresa May ter dito que o número de oficiais negros e "asiáticos" no Reino Unido não era bom o suficiente.

Amjad abusou da sua posição para atacar crianças e adolescentes e as acusações imputadas ao homem vão desde violação, agressão sexual, fornecimento de drogas e tráfico. Amjad foi suspenso e preso com outros 15 homens, também eles todos muçulmanos, por estarem ligados há rede de extorsão e abuso infantil.

O abuso sexual bem como todos os crimes cometidos por muçulmanos tem sido nos últimos anos ofuscados no Reino Unido pela media complacente bem como pelas autoridades que alegam preocupações sobre o politicamente correcto.