Recente eleita Presidente da União Nacional de Estudantes do Reino Unido disse em tempos que queria oprimir as pessoas brancas

As pessoas continuamente esquecem-se que o que escrevem nas redes sociais fica para sempre gravado na memória da web e para Zamzam Ibrahim a história remonta a 2012 ano em que colocou uma hashtag #IfIWasPresident com um conteúdo racista contra brancos.
Recente eleita Presidente da União Nacional de Estudantes do Reino Unido disse em tempos que queria oprimir as pessoas brancas
Nesse ano Zamzam escreveu no twitter "I’d oppress white people just to give them a taste of what they put us through!". Na altura tinha relevância por ser um cidadã do mundo com pensamentos extremistas e racistas, mas hoje em dia tem mais relevo por ter sido eleita Presidente da União Nacional de Estudantes do Reino Unido, que contêm sensivelmente 7 milhões de jovens.

Quando foi questionada sobre que livro as pessoas deviam ler, remeteu para o Corão, com finalidade de haver uma aquisição islâmica por todo o Reino Unido. Foi ainda mais longe e disse que a estratégia de contra-extremismo do governo britâncio era racista e desastrosa. A mesma pessoa que num tweet foi racista contra brancos, aclamou racismo contra os da própria raça.

Mais recentemente Zamzam teve outras pérolas de comentários, nomeadamente quando disse que a proibição do islão relativamente à amizade entre uma rapariga e um rapaz é positivo. Quando questionada sobre as suas opiniões radiciais e raciais, fez-se despercebida e disse que foi tirado fora do contexto.

Para finalizar, num recente tweet Zamzam publicou que a vaga de calor que está a assombrar a Europa é uma clara indicação da ressurreição islâmica.