Partido muçulmano na Holanda diz aos Holandeses para abandonarem o seu próprio país

O líder do partido muçulmano DENK na Holanda disse aos contribuintes holandeses para que estes abandonem o seu país caso não gostem da diversidade cultural que se está a instaurar lá.
Partido muçulmano na Holanda diz aos Holandeses para abandonarem o seu próprio país
Kuzu é o líder de um partido controverso e que, segundo as notícias, está a crescer rapidamente por toda a Holanda. Para começar todos os muçulmanos votam nele e à velocidade a que se reproduzem está tudo bem encaminhado para um dia mais tarde ser maioria absoluta.

Em 2017 DENK conseguiu mais de 200 mil votos, conquistando assim três assentos no parlamento e tem também ganho eleitores aos partidos tradicionais de esquerda. O partido foi fundado em 2015 por dois imigrantes Turcos.

Para Kuzu se os Holandeses não gostam de uma Holanda em mudança então é tempo para essas pessoas deixarem o país.