Motorista executou "gesto de ódio" ao deixar marca dos pneus do seu veículo numa faixa de cores coloridas

A polícia de West Vancouver, Canadá, acusou um homem de realizar um "gesto de ódio" por "desfigurar" uma faixa de pedrestes de orgulho gay ao deixar marcas de pneus na estrada.
Motorista executou "gesto de ódio" ao deixar marca dos pneus do seu veículo numa faixa de cores coloridas
"Isto é muito perturbador", disse Kevin Goodmurphy, um dos agentes do distrito, e prosseguiu "por qualquer motivo, essa pessoa decidiu deixar um gesto de ódio na faixa de pedestres".

Não me apetece comentar o caso, vivo num mundo de palhaços e estou um bocado farto de ler, ver e ouvir barbaridades. Deixo o leitor pensar sobre o assunto.