Líder da Aústria ordena fecho de mesquitas e extradita Islamistas

Mais conhecido como "World Youngest Leader", o chanceler Austríaco Sebastian Kurz ordenou o fecho de 7 mesquitas e a deportação de muçulmanos radicais de volta para o seu país de origem.
Líder da Aústria ordena fecho de mesquitas e extradita Islamistas
Sebastian Kurz deu uma conferência em Viena onde informou que as tendências radicais práticadas pelo Islão, bem como sociedades paralelas e/ou o Islamismo politizado não tem lugar na Áustria. O líder Aústriaco diz ainda que tal resolução deve-se ao facto dos desastrosos resultados do multiculturalismo na Europa Ocidental.

Sebastian reiteira que os muçulmanos devem-se adaptar e ter a vontade de se integrar nos costumes da Áustria e da sociedade Austríaca em vez de pregarem a sua religião fanática e/ou criar divisões político/religiosas.

No entretanto, dois fanáticos religosos já receberam ordem de extradição e mais 60 estão actualmente sob investigação. O último relatório dá conta de mais de 600 mil muçulmanos a viver na Áustria, um país com 9~ milhões de pessoas.

Pode ser que o Reino Unido, França e Alemanha aprendam alguma coisa.