Jornal Observador: mentirosos compulsivos, Ana Cristina Marques autora de artigos sensacionalistas e desinformativos

A propósito dos dois tiroteios ocorridos nos EUA (em Texas & Ohio) e que ceifaram a vida a mais de 30 pessoas, é necessário uma vez mais trazer verdade ao de cima. Nestas situações os "jornalistas" olvidam com frequência.
Jornal Observador: mentirosos compulsivos, Ana Cristina Marques autora de artigos sensacionalistas e desinformativos
O artigo Patrick e Connor. Quem são os dois jovens que roubaram a vida a 29 pessoas em dois ataques nos EUA? escrito por Ana Cristina Marques tem um propósito muito bem definido: moldar a opinião pública e manter a coerência de lixo jornalístico a que estamos habituados, mas que o povo português, derivado da sua não educação, come de cebolada.

O artigo começa por definir bem que se tratam de dois jovens brancos, racistas e apoiantes de Trump. Quando os ataques são perpectuados por um preto, muçulmano ou refugiado é interessante como a cor; etnia e ideologia política nunca aparecem nos artigos. O artigo está bem orquestrado para culpabilizar Trump pelos tiroteios, aliás os 150 (é hipérbole Ana, tem calma, procura no dicionário) candidatos democratas às presidenciais já vieram a público culpabilizar o actual Presidente dos EUA.

Depois é positivo constatar que nem o trabalho para o qual se educaram durante uma vida escolar conseguem fazer. Não admira que os jornalistas ganhem o ordenado mínimo, afinal é um trabalho que qualquer palhaço faz.

Vamos a factos / verdade?
O atacante de Dayton (Ohio) é na verdade um satânico, socialista e votante da Democrata Elizabeth Warren. Faz ainda parte do grupo terrorista Antifa e aclamou de mártir o terrorista que atacou as instalações do ICE (Imigração e Alfândega dos EUA) e que foi morto a tiro recentemente. Podemos assumir que a culpa é da Elizabeth? Dava-me jeito. Será que a retórica do vosso lixo jornalístico cai por terra e vão-se focar apenas no atirador do Texas, como já está a ocorrer pela estação televisiva Clown News Network?

O atacante de El Paso (Texas) é na verdade um anti-capitalista. No seu manifesto defende a renda universal, assistência médica gratuita e outros factores de cariz socialista. É verdade que o crime praticado pelo atirador é de cariz racista contra os Hispânicos, por considerar que se encontra em curso uma invasão por toda a América e em especial no estado de Texas. Estado esse que, para o atirador, deixará de ser Republicano e passará a ser Democrata por força da imigração ilegal.

Ana escreve ainda no seu artigo sobre a "teoria de conspiração supremacista branca que defende que as pessoas de ascendência europeia estão a ser substituídas". Não é teoria e se fosses digna de ser chamada de jornalista, terias desempenhado a profissão correctamente com uma simples procura no google, pois para tua infelicidade o que é factual e datado não consegues alterar por mais que mintas a milhares de pessoas.
Por último, se Trump é culpado pelos tiroteios de El Paso & Dayton, então podemos assumir que os tiroteios de Pulse Night Club, San Bernardino, Charleston Church, Jewist Community Center, Fort Hood, Navy Yard, Sandy Hook, Aurora Movie Theatre são todos culpa do Obama?

Enfim, haja paciência.