Jihadista do ISIS exige compensação de pagamentos na Suécia

Um jihadista que retornou do ISIS e que mora na Suécia exigiu compensação por pagamentos perdidos da segurança social enquanto estava detido no Reino Unido por práticas terroristas.
Jihadista do ISIS exige compensação de pagamentos na Suécia
O terrorista muçulmano de seu nome Bherlin Gildo foi preso por participar em campos terroristas e por divulgar propaganda para grupos terroristas, tendo ficado detido no Reino Unido. Quando voltou à Suécia exigiu o pagamento de 19000 euros de assistência social a que supostamente teria acesso.

Existem fotos do homem com cadáveres ao seu lado, a humilhar os cristãos e a pisar em soldados sírios mortos. Gildo foi preso em 2014 mas libertado em 2015, porque de certeza que era bom rapaz.

A Suécia é hoje em dia um paraíso para estes muçulmanos terroristas porque o nível de testosterona dos homens suecos está nivelado com o da mulher sueca.