A votos: filhos de imigrantes podem-se tornar Portugueses após um ano a viver em Portugal

Os deputados vão decidir se os filhos de imigrantes a viver em Portugal há pelo menos um ano podem adquirir nacionalidade portuguesa. A esquerda não descansa enquanto não destruir o país.
A votos: filhos de imigrantes podem-se tornar Portugueses após um ano a viver em Portugal
A esquerda não descansa enquanto não destruir Portugal e a cultura Portuguesa.

O parlamento vota na quinta-feira (23 de Julho) algumas alterações à lei da nacionalidade feitas pela esquerda em que permitem que os filhos de imigrantes a viver em Portugal há um ano obtenham de imediato nacionalidade Portuguesa. Esta alteração na lei vem em concordância com a fraca natalidade portuguesa.

Ao longo dos anos os políticos falaram sobre o fraco crescimento populacional e como forma de resolver esse fraco crescimento a esquerda importa pessoas oriundas de países cujo índice de inteligência é idêntico a um símio. Porque é que Portugal não cria incentivos à natalidade como a Polónia ou a Hungria que tem funcionado tão bem? A razão é óbvia: querem destruir as culturas intrínsecas a cada país Europeu.

A esquerda não descansa enquanto não destruir Portugal e a cultura Portuguesa.